Temos um novo site!   

 Acesse: siteerepnne.wix.com/erepnne

 
 
 
 
 
 

 

 

Olá erepianxs

Viemos informá-los que, pensando na organização dos custos orçamentários do X Erep após os pedidos de ressarcimento, iremos finalizar a solicitação destes pedidos. Receberemos solicitações de ressarcimento até o dia 30/12. Então, quem já sabe que não poderá comparecer ao encontro na nova data, tem até 30/12 pra realizar a solicitação de ressarcimento CLIQUE AQUI E pra quem ainda está na incerteza e não quer perder o seu dinheiro, sugerimos que faça a solicitação e, se a vinda se confirmar, é só fazer a inscrição novamente.

As inscrições continuam abertas!! 
 

 

CARTA DO COLETIVO REGIONAL DE ESTUDANTES DE PSICOLOGIA DO NORTE E NORDESTE (COEREP N/NE) AOS PARTICIPANTES DE SEU X ENCONTRO

 
 

        Podemos perceber, a nível nacional, que a relação entre movimentos sociais e o estado, representado por instituições públicas e suas gestões anda cava vez mais tensionada. A cada dia estes movimentos se fortalecem um pouco mais e avançam, nas suas ações políticas e discursos, havendo um maior enfrentamento às práticas institucionais, através de suas burocracias extenuantes, que cristalizam e enrijecem, acabando por mortificar a possibilidade criativa e transformadora inerente ao ser humano, esteja este organizado em coletivos ou não. 

        O que os movimentos sociais gritam, é que as possibilidades de transformarmos o nosso cotidiano nunca cessam! Porém, não é essa a resposta dada pelas instituições.Ao invés de ouvir esses gritos por transformação, claramente vemos que as mesmas respondem de forma a tensionar ainda mais esta relação. Quanto mais se pressiona por mudanças, mais a resposta do estado é agressiva, desrespeitosa ao diálogo e que fere aos princípios de respeito e autonomia. Na categoria movimentos sociais, estamos nós, que fazemos movimento estudantil. 

        Nunca foi fácil encontrar espaços acolhedores pro fortalecimento do movimento estudantil. Ironicamente, as universidades e faculdades, que são (no nosso caso) nossos lugares por direito, são locais onde tem sido cada vez mais difícil encontrar e construir 

      No EREP NNe, reivindicamos as Universidades como espaços fundamentais a serem ocupados por nós, e é onde buscamos sempre realizar nossos Encontros, com exceção dos anos em que nossos debates requerem diálogos mais diretos com movimentos sociais e comunidades, e realizamos o Encontro junto aos mesmos. Nunca foi fácil, e em muitos anos estivemos em situação que comprometeram toda a estrutura do encontro muito próxima a ele, em que tivemos que correr contra os imprevistos em cima da hora.

    Esse ano não foi diferente, e há poucos dias do encontro começamos a perder a maior parte da estrutura que já estava viabilizada. Por motivos muitos, desde a realização de outras atividades nas instalações previamente cedidas oficialmente para a realização do nosso encontro, como também pelo tensionamento desta relação instituições/estado-movimentos sociais, o que dificultou incrivelmente o nosso diálogo com a instituição UFRN, sede do X EREP NNE. Os últimos dias foram de intensa correria e tentativas de viabilizar o encontro.

    Acontece que pela primeira vez em 10 anos, não conseguimos encontrar um novo lugar pra realizar o EREP, apesar dos nossos esforços extenuantes. 

    No momento, tudo que temos são exatas 06 salas de aula e uma determinação institucional da não realização de camping em nenhum lugar da universidade.

    E temos também vários “nãos”. Negativas em todas as nossas tentativas de articulações, em todos os setores disponíveis na universidade (os que não estarão realizando a prova do ENADE), em locais privados (pagos), em escolas públicas. 

    Portanto, não nos restou outra possibilidade. Tivemos que optar, forçosamente, pelo adiamento do X EREP NNE. Estamos cientes de todas as complicações a níveis individuais e coletivos desta decisão, por sabermos que mais de 500 estudantes estão se preparando para vir a Natal na próxima semana e não temos onde recebe-los. Mas não podemos ser irresponsáveis ao ponto de realizar o encontro sem termos condições estruturais para tanto. Sabemos e lamentamos que a mudança de data pode fazer com que alguns erepianos não possam participar (por diversos motivos), mas contamos com a compreensão de todos para o fato de que fizemos tudo que estava em nosso alcance para que tudo desse certo e estamos trabalhando duro para que a situação se resolva do melhor jeito possível para todos (vale lembrar que o prejuízo cai de forma particularmente dolorosa sobre o Coerep, que já tinha efetuado o pagamento de diversas coisas). Contamos com a compreensão também do fato de que este prejuízo não se relaciona com uma possível irresponsabilidade nossa perante ao encontro e aos participantes destes, portanto, pedimos que se avalie com cautela e justeza a quem as indignações dirigir-se-ão. Vale lembrar também que é em horas assim que o cuidado, que se discute (ou se deveria discutir) tanto nos cursos de Psicologia, se faz necessário.

        A nós que fazemos parte do coletivo organizador deste encontro, só nos resta uma imensa tristeza e decepção. Tristeza, pois pra nós o X EREP NNE é muito mais do que os 4 dias do encontro. O EREP NNE é a realização de muitos sonhos, possibilidades. É a construção cotidiana de uma Psicologia que está na ordem do possível, uma Psicologia que insiste em fugir à camisa de força institucional e que sonha sonha sonha...e cria, transforma, a partir do cuidado, respeito à autonomia e reafirma a Amorosidade enquanto um princípio norteador, de nossas práticas. Aqui, só nos resta o choro, pelo sonho tão nutrido, gestado, sendo arrancado de forma tão brusca. 

        Hoje o dia é de curtir o luto e por isso choramos. 

       Mas, como bons sonhadores que somos, amanhã nos voltam as forças. E seguiremos, pois somos encontradores por escolha e ainda nutrimos aqui o sonho de encontrarmos com todxs xs erêzinhos espalhados por esse mundão de meu deus que é o norte e nordeste, dos sertões às florestas tropicais. O sonho não acabou minha gente, muito menos o Amor!! 

    Com relação a data para realização lançamos como possibilidades os dias 13 a 16 de dez / 19 a 22 de dez / 15 a 18 de jan. Tal definição será comunicada em breve de acordo com a melhor comunicação com nossas delegações confirmadas e acordos com a UFRN*.
        No que concerne aos pagamentos de inscrição já realizados informamos a devolução dos que decidirem por não estar mais conosco neste encontro; os pedidos devem ser feitos a partir desse link (http://goo.gl/forms/YYH4EG65Vi) onde estaremos entrando em contato para solucionar todas as questões. Pedimos também o contato das Pessoas de Referências das delegações confirmadas para entrar em contato conosco, caso qualquer problemática ocorra, através do email (erep.comunicação@gmail.com).

        Por fim, só nos resta pedir imensas desculpas a todos os estudantes psi’s do norte e nordeste. 

        Esperamos que ainda haja braços para que em breve venham os abraços. 

        Com a certeza de que Amar e Mudar as Coisas é o que mais nos interessa, sigamos. 

 

    COEREP 2014

 

*Em reunião, foram levantadas algumas propostas de datas. Estas propostas foram debatidas entre os membros, considerando as disponibilidades indicadas pelas delegações. Um problema enfrentado foi o não alinhamento dos calendários das IES, devido às greves e às diferenças estaduais. Por fim, dezembro mostrou-se impossível para algumas IES, e consideramos que 15 a 18 de janeiro seria o período menos prejudicial aos estudantes interessados em participar do encontro, e então o X EREP N/NE fica marcado para esta data.